Ganhos financeiros por safra são bastante significativos

O aumento do lucro depende, entre outros fatores, da situação de cada usina e da maneira como ocorre a utilização dos dados

O aumento do lucro operacional depende, entre outros fatores, da situação de cada usina e da maneira como o cliente vai aproveitar o sistema, mas o retorno do investimento acontece no máximo em cinco meses – afirma.

Mais do que ganhos financeiros, toda a equipe industrial agrega conhecimento utilizando a ferramenta, pois fica livre para atuar estrategicamente. “Temos reuniões semanais para discutir as ocorrências, gráficos de eficiência e debatemos as causas e as soluções. Aí padronizamos nossos procedimentos em níveis superiores de eficiência. Com o S-PAA podemos aprender com os parâmetros adotados em um ano e buscar novos deltas ótimos para o próximo ano. É um crescimento contínuo, e a Soteica tem parte importante neste ciclo de evolução”, declarou o gerente industrial da unidade Terra Rica, João José Marafão, em entrevista ao JornalCana.

Para Josias Messias, presidente da ProCana Brasil e do Pró-Usinas, as usinas enfrentam um cenário de desafios produtivos e econômicos, demandando soluções que encontram-se disponíveis e já demonstraram sua eficácia. “A missão do Pró-Usinas é facilitar o acesso dos tomadores de decisão a soluções como o S-PAA da Soteica, que permite às usinas superarem os constantes desafios do mercado e permanecerem competitivas e sustentáveis”, afirma.

(RA)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *